BR 386, Km 131
Sarandi-RS
Tel: (54)3361-4864
(54)3361-3000
(54)9 9983-0952
 
Home
Empresa
Veículos
Contato
Notícias

Últimas Notícias do Setor Automotivo

GM corta produção de versões mais baratas por conta da alta do dólar

A General Motors voltou a produzir, mas com cortes. Não de pessoal, já que apenas metade do quadro voltou devido à pandemia de coronavírus, que infelizmente ainda continua.

Por conta da desvalorização cambial, os preços dos carros subiram em média, algo entre 6% e 7%, durante a quarentena. Diante disso, no retorno às atividades, a GM decidiu cortar a produção de versões mais baratas de seus modelos.

O motivo é que, com o aumento dos custos, as opções de menor preço possui naturalmente um valor agregado baixo, que não torna sua produção viável economicamente.

Com valorização de 32,5% da moeda americana em 2020, o dólar saltou de R$ 3,70 em janeiro para R$ 5,31 na última semana. Carlos Zarlenga, presidente da GM Mercosul, diz que o impacto da variação cambial afeta os negócios da montadora tanto quanto a queda nas vendas.

Já repassando o aumento dos custos para os preços, a GM não consegue fechar a conta em versões mais baratas. ?Mas há muitos produtos que não são rentáveis, mesmo com reajuste, e é melhor não produzir e não vender pois, quanto mais se produz e vende, mais dinheiro se perde.?

Zarlenga não revelou quais os modelos que serão afetados, mas indicou que as versões mais baratas são aquelas que apresentam problemas com o repasse de custos.

Com essa redução, a GM vai adequar sua produção à demanda de mercado e acena com uma possível não renovação de acordo trabalhista com o governo, em relação ao lay-off e redução da carga horária.

O executivo argentino diz que tudo depende da reação do mercado na retomada da economia. Para o futuro, a GM Mercosul manterá congelados os R$ 10 bilhões que serão aplicados no Brasil. ]

Além disso, nem todos os projetos terão continuidade daqui para frente. Zarlenga aponta que a empresa irá avaliar quais deles serão retomados.

O presidente da GM reforça que os investimentos serão bem menores daqui para frente, visto que o impacto da Covid-19 será de longo prazo.

[Fonte: Estadão]

www.perinveiculos.com.br
  Home    Empresa    Veículos    Contato    Notícias    Área Restrita  
© 2009 www.carrodopovo.com.br